FORMAÇÃO DE PREÇOS NA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS

Você sabe se a administração pode fixar os valores dos salários dos empregados terceirizados nos editais de licitação? 

Ou que tipo de itens devem possuir valores fixos sob pena de desclassificação de uma proposta? 

E ainda, quais os itens que não são admitidos nas planilhas de custos e formação dos preços?  

Se alguma dessas questões te deixou curioso, então já sabe! 

Aperta o play e aprenda com Thiago Zagatto, Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União.

Publicações recentes

A inexigibilidade de licitação pautada na notória especialização do profissional ou da empresa no Sistema S

Por:

Os novos Regulamentos para Contratação e Alienação do SESI e do SENAI estabelecem: “Art. 8º. O processo de seleção sem […]

10 de junho de 2024

A Lei 14.133/2021 e a participação de empresas reunidas em consórcio em licitação

Por:

Em preliminar importa observar que consórcio, para fins de licitação, se consubstancia na união transitória de duas ou mais pessoas […]

4 de junho de 2024

Sistema S e o cabimento da adoção dos regimes de execução de contratação integrada e de contratação semi-integrada

Por:

Os Regulamentos de Licitações e Contratos do SESCOOP, SENAC, SESC, SENAR, SENAT e SEST[1]  preveem: “Art. 4.º Para os fins […]

13 de maio de 2024